[MatadorNetwork BR]

[publicado em 13/08/2014]

COISAS QUE VOCÊ PODE FAZER NO LUGAR MAIS REMOTO DO MUNDO

Originally written in English for MatadorNetwork.

Rapa Nui, mais conhecida como Ilha de Páscoa, é uma pequena ilha de formação vulcânica, na metade do caminho entre Oceania e América do Sul. É famosas por seus Moai, enormes esculturas escavadas em rocha pelos Rapanui entre 1250 e 1500 DC.

Em julho passado visitei esse pequeno ponto no meio do Oceano Pacífico para uma rápida imersão numa cultura pouco explorada. É um lugar onde você pode cavalgar até o topo de um vulcão para ouvir histórias sobre cerimônias sagradas e ouvir lendas sobre gigantes de rocha que caminhavam sobre a ilha.

Algumas outras coisas que você pode fazer por lá:

1. Pousar no mais remoto aeroporto da Terra

Foto: Gaía Passarelli

Rapa Nui é o pedaço de terra mais isolado do mundo. Então a não ser que você chegue de navio, a chance é que vai descer de um avião no Aeroporto Internacional de Mataveri. Aproveite para comprar com desconto os tickets obrigatórios para o Parque Nacional, antes mesmo de passar pela imigração. Além disso, a pista de voo pega toda a extensão da ilha e é provavelmente o melhor lugar no mundo para ver aviões pousarem e decolarem… mesmo que seja apenas um voo por dia!

2. Ganhar esse carimbo no passaporte

Os voos até Rapa Nui chegam de Santiago, no Chile, o que significa que você ganha o carimbo da imigração chilena no passaporte. Mas se você for até o posto de correio da ilha, por alguns centavos eles carimbam seu passaporte com o selo da ilha – para matar amigos de inveja.

Foto: Gaía Passarelli

3. Mergulhar nas águas transparentes do Oceano Pacífico

Uma característica que protege Rapa Nui do turismo predatório é a falta de praias de areia branca com águas transparentes, esquema cartão portal. Ainda assim, há Anakena, um perfeito paraíso do Pacífico Sul, com direito à Moais, mesas de piquenique, carritosvendendo empanadas de atum e,se você tiver sorte, um casal celebrando um casamento tradicional com flores e música (aconteceu quando eu estava lá). As águas cristalinas, azuis e frias são perfeitas para o mergulho e famílias de tartarugas marinhas podem ser vistas apenas com snorkel.

4. Esbarrar em petróglifos ancestrais

Foto: Gaía Passarelli

Eu eu meu namorado estávamos andando por cima de algumas rochas perto do mar, bem na frente de uma lojinha de souvenirs. Não havia nenhum aviso, queríamos apenas chegar mais perto da água. E quanto abaixei para sentar perto das ondas, vi um desenho na pedra – talvez um sapo? E daí logo ao lado estava outro. E outro. E outro. Rapa Nui é um paraíso para arqueólogos. Tirando, claro, os turistas ocasionais pisando sobre as marcas ancestrais. Por isso, menos de trinta segundos depois da minha grande descoberta, a dona da loja de lembranças veio correndo na nossa direção gritando para sairmos de lá imediatamente.

5. Conhecer esses caras

Foto: Gaía Passarelli

A palavra moai, em tradução livre, significa “para quem” em Rapanui. Faz sentido quando você compreende o significado dessas enormes estátuas – não são deuses nem alienígenas, mas ancestrais olhando sua gente e repartindo com a terra seu mana, energia vital. Isso também explica por que os Moai foram derrubados durante as guerras tribais que devastaram a ilha. O melhor lugar para ver os Moai é… bom, a ilha inteira – você corre o risco de pisar em restos de Moais quando estiver por perto de Ahus, estruturas cerimoniais, e ganhar broncas dos guias de turismo e guardas-parque. Mas dois locais são realmente impressionantes: Rano Raraku, conhecido como “fábica de Moai” porque é o local onde as figuras eram escavadas, e o Ahu Tahai, próximo ao centro comercial da ilha.

6. Comer peixes locais

Quase tudo que é consumido em Rapa Nui vem do conti (Chile continental). Mas isso não significa falta de ingredientes ou criatividade. Em especial quando se fala de peixe, que são usados em ceviches estilo peruano: atum ou kana-kana temperados com suco de limão, cebolas, pimentas, batata-doce e cilantro, entre outros temperos. Cada local tem sua própria receita e a Tia Berta, na chamada “rua principal”, é um favorito entre visitantes. Dica: se peixe cru não faz seu gosto, peça por sopa marina, um caldo rico de frutos do mar, peixes e legumes.

7. Ver o mais belo pôr do sol do mundo, com um drink na mão

Foto: Gaía Passarelli

É seguro dizer que você vai ter uma vista fantástica em qualquer pedaço de costa no oeste da ilha. Mas há pelo menos dois pontos onde o pôr do sol é realmente especial. O primeiro é o Terevaka, ponto mais alto da ilha, com visão de 360º (também vale para ver o nascer do sol, se estar de pé para caminhar às cinco da manhã faz seu estilo). O segundo é o bar dentro do recém-aberto Hanga Roa Hotel, uma curta distância da rua principal. O Hanga Roa oferece drinks para visitantes todos os dias ao pôr do sol. Pegue o seu, peça uns snacks e veja o sol deslizar calmamente sobre o oceano…

8. Explorar numaa bike (ou cavalo)

Foto: Gaía Passarelli

Há tantos locais para alugar bicicleta quanto carros. Aluguei a minha no primeiro dia e só devolvi antes de ir embora. A geografia ajuda muito: não há terreno especialmente difícil ou íngreme, toda a ilha é aberta para exploração e nenhuma distância é longa demais.

9. Aprender algumas palavras de Rapanui

Foto: Gaía Passarelli

Você pode aprender maururu (“obrigada”), manuia paka-paka! (“saúde”) e lorana(“oi/tchau”) pela internet, mas é muito mais instrutivo e divertido aprender com um guia Rapanui. Nosso guia, da agência Mahinatur, nasceu e cresceu na ilha e aprendeu a língua cultura do seu povo com a avó. Os Rapanui tem uma relação muito forte com sua terra e expressam o orgulho por sua história e e herança a todo o momento.

A autora viajou à convite do Hanga Roa Hotel. Conheça a estrutura, preços e pacotes oferecidos no site hangaroa.cl.

About gaia passarelli

Freelance writer and traveler, based in Sao Paulo, Brazil.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: