Meu pai, Tadeu Passarelli, por Guilherme Arantes

“Teu pai é um gênio! Ele e o Edu Viola tinham uma dupla numa casa no Morro dos Ingleses que eu frequentava, foram extremamente influentes na minha vida, fazem parte assim do meu alicerce. Eu tenho adoração pelo seu pai, é uma figura imprescindível. Tanto ele quanto o Edu Viola. Ele é um duende da música, um símbolo do que tem de melhor na musica, é fantástico mesmo, um mestre,  ele nem sabe o quanto. Eu era menino tinha uns 16 anos, então era uma coisa muito importante. Dali eu sai pra tocar com o Jorge Mautner, que foi meu primeiro emprego. Aquele Morro dos Ingleses, tudo aquilo lembra muito seu pai, aquele clima do final dos anos 60, começo dos 70.”

Guilherme Arantes, sobre o meu pai.

Meu pai se chama Tadeu Passarelli e é um musico instrumentista que toca de trombone à cravo, passando por guitarra e gaita – além de voar de planador. Eu sei que ele é um cara excepcionalmente inteligente, e todos os dias torço pra ter herdado um pouco que seja desse talento, mas ouvir essas palavras do Guilherme Arantes (numa entrevista que fiz pra Noize Magazine e que sai na próxima edição, sem esse trecho) me deixou realmente orgulhosa.

Obrigada pelas pavaras, Guilherme. De coração. Espero que vocês dois voltem a se encontrar musicalmente, quem sabe pra um concerto de cravo em dupla!

About gaia passarelli

Freelance writer and traveler, based in Sao Paulo, Brazil.

2 comments

  1. Pingback: O Piano da Estação da Luz | Gaía Passarelli

  2. Pingback: Nunca é demais lembrar John Peel | Gaía Passarelli

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: