Entrevista Sun Araw (mais ou menos)

Esses dias falei (pra um artigo que ainda será publicado, eu posto aqui quando rolar) com o Cameron Stallone, aka Sun Araw. E foi mais ou menos assim:

Você leu o Retromania do Simon Reynolds? O que você acha do mote do livro, que tudo que é realmente criativo e inovador em matéria de música já aconteceu?

Eu não li o livro. Eu acho que a história da espécie humana é um eterno despertar e a civilização é apenas uma externalização de realidades internas. O  reconhecimento está semmpre vez mais perto, e nós não estamos cientes de que isso cria uma repetição morta, sem sentido. Há uma certa forma de pensar e viver que está morrendo e as energias necessárias para perpetuar esse modo de vida estão sendo removidas e realocadas. Eu acho que uma vez que você está apto a conhecer e reconhecer essa realidade, abre uma poderosa via para algo genuinamente novo, para exceder espaços e possiblidades.

HUM….

Cameron se apresenta com essa versão banda do Sun Araw na próxima quarta-feira no Rio de Janeiro. Nesse festival bacana chamado Novas Frequências. Se pudesse ir ao Rio pra ver, eu ia. Se você tá no Rio, perde não.

About gaia passarelli

Freelance writer and traveler, based in Sao Paulo, Brazil.

One comment

  1. Pingback: Where’s Yr Child, Marshall Jefferson e 100% Silk « GO GO GO!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: